Alguns recursos desse site utilizam cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao continuar a navegar nesse site, você concorda em utilizá-los?

Área de Conhecimento

Resultados de estudos, pesquisas e nossa produção intelectual ao seu alcance.

Aqui você encontra parte de nossos conteúdos.
Veja todo conteúdo

GMIS (Global Manufacturing and Industrialization Summit) 2017: O Mundo 4.0, um Caminho Sem Volta!

Por Ronald M. Dauscha As soluções da 4ª revolução industrial contam com uma série de componentes e conceitos importantes que […]

GMIS (Global Manufacturing and Industrialization Summit) 2017: O Mundo 4.0, um Caminho Sem Volta!

Por Ronald M. Dauscha

As soluções da 4ª revolução industrial contam com uma série de componentes e conceitos importantes que podem, combinados, gerar uma série de sistemas e plataformas avançadas, como, big data, IoT, impressão aditiva, data analitycs, inteligência artificial, robôs autônomos e interligados, gêmeos digitais, entre muitos outros. O desafio é saber como dosar e combinar estes itens, de forma alinhada com a maturidade da empresa e coerente com a direção estratégica da mesma.

A abordagem 4.0 extrapola o ambiente fabril, se estendendo por toda a organização, integrando várias áreas e processos visando, inicialmente, ganhos de produtividade e eficácia. Adicionalmente, outro eixo muitas vezes esquecido, é o da cadeia de valor como um todo, onde as aplicações 4.0 trafegam desde as matérias primas e fornecedores, passando pela organização mãe, navegando através de uma logística inteligente, e chegando até o cliente final. O último passo, é integrar todas estas peças e atores, para idealizar e implementar modelos de negócio completamente disruptivos.

Em recente evento internacional ocorrido em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, entre 27 e 30 de março, organizado pelo governo desta nação juntamente com a UNIDO da ONU, traçou-se um cenário sem volta de adoção de todas estas tecnologias e aplicações em praticamente todos os setores industrias e processos de negócios. A preocupação dos Emirados, que foi o anfitrião e um dos organizadores desta conferência, é com o crescimento da disponibilidade e utilização de energias renováveis e conseqüente redução futura dos preços dos combustíveis fósseis. Para eles só existe uma saída: tornar-se uma economia altamente industrializada e focar em políticas de governo e parcerias mundiais que levem a esta drástica mudança na economia. Como exemplo, investirão quase 200 bilhões de dólares nos próximos 35 anos para isto, e com decisões firmes como transformar totalmente o currículo da educação básica para que leve um jovem de 12 anos já saber programar algoritmos com metodologias de última geração, além de implantar fábricas – laboratórios em vários pontos do país.

Com as novas tecnologias, processos automatizados, uma engenharia integrada e produção virtual (com o conceito de elementos ou processos gêmeos, testáveis sem a necessidade destes existirem materialmente, em todas as fases), a tendência é que as fábricas, em tese, possam ir para qualquer país, pois haverá uma drástica redução da mão de obra fabril necessária (no passado o movimento era contrário, inviabilizando em vários países a produção local, e levando no passado regiões como a China a centralizar a fabricação em massa). Inclusive, nesta linha, já se questiona quem será o trabalhador do futuro: o homem, o robô ou o computador?

Finalizando, este andamento rumo a um mundo 4.0 é um caminho sem volta, pois com o advento de tecnologias como IoT (que estará nos produtos, processos e pessoas), apenas para citar um exemplo, todas as compras, necessidades e transações serão registradas nominalmente, permitindo uma modelagem totalmente diferente das organizações perante ao fluxo de consumo, à mobilidade em geral, à troca de informações e até, em relação às interações entre seres humanos e com o meio ambiente. Só existe uma maneira para não ficarmos para trás: é estudar, entender e implantar também estas soluções no Brasil, nem que seja parcialmente e em áreas delimitadas, mas sempre aplicando uma revisão contínua e inteligente, garantindo uma atualização e equiparação de nossa sociedade aos mais modernos conceitos mundiais.

Procedimento de concessão simplificado de pedidos de patente no Brasil

Após a recente revogação da Resolução 193 de 7 de junho de 2017, que estabelecia a análise acelerada dos pedidos [...]

MCTIC cria novo procedimento para avaliação dos formulários da Lei do Bem

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC publicou um novo procedimento de avaliação dos FORMP&Ds, o qual [...]

Seja inútil e envelheça sem crescer: 7 dicas para você ser mais criativo

Quer ser mais criativo? Que tal ser ruim de verdade em alguma coisa? É o que propõe Rod Judkins em [...]

Startups voltadas para nano e biotecnologia: oportunidade de parceria com CNPEM

Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) atua nas áreas de energia, materiais e biociências por meio de [...]

Instituto Serrapilheira, dos Moreira Salles, lança 1º edital para pesquisas

Com o objetivo de incentivar os cientistas brasileiros a buscar resposta às grandes perguntas de seus campos, o Instituto Serrapilheira [...]

Edital Finep Startup

O Programa Finep Startup tem por objetivo apoiar a inovação em empresas nascentes intensivas em conhecimento através do aporte de [...]

Estratégias para a expansão de uma startup

Tão importante quanto ter uma estratégia, é preciso ter processos organizados e saber medi-los. Indicadores de desempenho são os pontos [...]

Unicamp passa USP e é a melhor universidade da América Latina, aponta ranking

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) é a melhor universidade da América Latina, segundo avaliação de um dos principais rankings [...]

Proteger os dados que vem do campo

Há três projetos de lei sobre proteção de dados pessoais tramitando no Congresso Nacional. Eles cuidam de um assunto já [...]

Comissão de Ciência e Tecnologia aprova incentivo para empresa que investir em inovação

Empresas poderão deduzir, na apuração do lucro líquido, despesas em pesquisa com inovação contratados com universidade e instituto de pesquisa [...]

Anuário Valor Inovação Brasil 2017 - As 150 empresas mais inovadoras

O Valor Econômico, em parceria com a consultoria estratégica do Network PwC, Strategy&, divulgaram os resultados da pesquisa da terceira [...]

Finep disponibiliza até R$ 1 bi para inovação

A partir de hoje, a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) vai conceder até R$ 1 bilhão para projetos privados [...]

contato

fale conosco

Entre em contato com a gente pelo formulário abaixo:
Assunto:
Comentário:

Trabalhe conosco

Envie seu currículo para Pieracciani:
Área:
Comentário:
55 11 5506 2953

Rua Geraldo Flausino Gomes, 78cj. 151
Brooklin NovoSão PauloSP04575-060

Cadastre-se

Receba novidades e notícias da Pieracciani