Alguns recursos desse site utilizam cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao continuar a navegar nesse site, você concorda em utilizá-los?

Área de Conhecimento

Resultados de estudos, pesquisas e nossa produção intelectual ao seu alcance.

Aqui você encontra parte de nossos conteúdos.
Veja todo conteúdo

Registro de patentes deve se acelerar com nova regra

A admissão de pedidos de análise de patente no Brasil deverá cair de 4 anos para 120 dias com uma […]

Registro de patentes deve se acelerar com nova regra

A admissão de pedidos de análise de patente no Brasil deverá cair de 4 anos para 120 dias com uma instrução normativa que será publicada na próxima semana pelo Inpi (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual).

O processo que será agilizado é anterior à análise da patente em si e consiste basicamente em um estudo prévio dos documentos. A ideia é automatizar essa etapa.

A fila para estrangeiros registrarem suas solicitações está em 80 mil pedidos —o mais antigo é de janeiro de 2013.

“O procedimento nem está incluso no prazo de 10,8 anos, que é o tempo médio para sair uma patente. [A mudança] vai acelerar o processo, mas outras ações são necessárias”, diz o diretor da área no Inpi, Júlio César Moreira.

Além da alta no quadro de funcionários, um dos planos para reduzir o prazo é investir em estrutura e automação. A aplicação, porém, esbarra no orçamento restrito.

“Com o contingenciamento que o Inpi sofreu, temos verba para funcionar só até julho”, afirma o diretor.

A Lei Orçamentária Anual de 2017 previa R$ 90,7 milhões ao órgão. Após cortes, foram repassados R$ 50,2 milhões.

“Já usamos a metade do repasse. Pedimos R$ 23 milhões adicionais ao Planejamento, que foram negados”, diz.

O contingenciamento atingiu todas as pastas, afirma em nota o ministério. O Mdic (Indústria e Comércio Exterior), ao qual o Inpi está vinculado, diz que já solicitou ao Planejamento que aumente o limite orçamentário.

Distribuidores projetam atraso na entrega de insumos agrícolas

Distribuidores de insumos agrícolas, como sementes e agrotóxicos, projetam um atraso nas entregas deste ano devido à demora dos agricultores para realizar pedidos.

Os agricultores aguardam uma estabilização da crise política, do câmbio e do preço das commodities, diz Ivan Paghi, da AgriRede (de distribuidores do Mato Grosso).

Os itens precisam ser entregues até setembro, quando, em geral, começa o plantio.

“Em uma situação ótima, 60% dos pedidos já teriam sido realizados, mas, hoje, não estamos nem em 40%”, diz Henrique Mazotini, presidente-executivo da Andav (de distribuidores de insumo).

“Nosso resultado ficou 15% abaixo do normal em abril e maio, que tradicionalmente já são os piores meses do ano”, afirma Oswaldo Castro Júnior, da Golden Cargo, operadora logística do setor.

“Provavelmente teremos um crescimento no fim de junho, o que poderá causar problemas nas entregas.”

O setor prevê que a situação se normalize em até 15 dias. “O anúncio do Plano Safra também melhorará o planejamento de produtores”, diz Luiz Cornacchioni, diretor-executivo da Abag (do agronegócio).

Confira a matéria completa aqui

Google procura fintechs da América Latina para programa no Campus São Paulo

O Campus São Paulo, iniciativa do Google para alavancar o ecossistema empreendedor, anunciou um novo programa para startups do Brasil [...]

Teoria do diamante e externalidades

O Estado enquanto indutor da competitividade à luz da “Teoria do Diamante” de Porter. A metáfora do diamante deve-se ao [...]

FAPESP busca parceria com empresas para Centro de Pesquisa em Manufatura Avançada

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) anunciou ontem abertura de edital para seleção de [...]

Embrapii e Sebrae firmam parceria para estimular a inovação nas pequenas empresas

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) formalizou no dia 12/06, em São Paulo, o contrato com o [...]

O ecossistema da inovação

Conheçam os agentes que atuam no efervescente universo das startups, as bolas da vez capazes de impulsionar a economia no [...]

A inovação é a alavanca da sustentabilidade

Não basta apenas gerir ou reduzir danos, as empresas líderes hoje investem em tecnologias e modelos de negócios que gerem [...]

Inovação é o caminho para um novo patamar de desenvolvimento

No Brasil, O POVO é um dos grupos de comunicação pioneiros a apostar no conceito de Corpore Venture, que é [...]

Ford substitui CEO por executivo de inovação para "adotar o Vale do Silício"

A Ford acaba de fazer uma grande mudança: demitiu o CEO Mark Fields para colocar Jim Hackett, responsável pela área [...]

Fomento, Inovação e Competitividade

Para termos um país competitivo, precisamos dar mais voz aos empreendedores criativos, que acreditam em projetos e correm atrás para [...]

Fortaleza ganha Centro de Inovação da Microsoft

O primeiro centro de inovação da Microsoft em Fortaleza será inaugurado nesta quarta-feira (17) na sede do FB Ideias, no [...]

FAPESP busca empresas parceiras para criação do Centro de Pesquisa em Engenharia: Manufatura Avançada

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) anunciou na última quinta-feira, 11/05, a abertura de [...]

contato

fale conosco

Entre em contato com a gente pelo formulário abaixo:
Assunto:
Comentário:

Trabalhe conosco

Envie seu currículo para Pieracciani:
Área:
Comentário:
55 11 5506 2953

Rua Geraldo Flausino Gomes, 78cj. 151
Brooklin NovoSão PauloSP04575-060

Cadastre-se

Receba novidades e notícias da Pieracciani