Facilitando o aprendizado em tempos de crise

Como organizar a comunicação para passar a sua mensagem de forma eficaz

Por
Pieracciani
Por
Pieracciani
e
No items found.
Publicado em

É normal que se gaste bastante tempo e energia no preparo de cursos, treinamentos e até apresentações em reuniões de trabalho. Há que se garantir a excelência do conteúdo e o preparo do facilitador. Mas será que essa energia está se refletindo na aprendizagem almejada de nossos ouvintes? Estamos conseguindo instruí-los, de fato? É necessário readequarmos as formas de interação, pois estamos em um momento em que o tempo é escasso e os eventos são primordialmente on-line. Para isso há ferramentas e métodos que facilitem o processo de comunicação. O método ROPES é um deles.


Robert Gagné, psicólogo educacional norte-americano, desenvolveu esta técnica instrucional para garantir que o aprendizado se concretize. ROPES é a sigla para Review Overview Presentation Exercise Summarize.


Revisão (Review)

O primeiro momento da comunicação deve acessar o conhecimento prévio do aprendiz. O objetivo é que ele situe, internamente, o assunto em questão de forma que aquilo lhe faça sentido. Do lado do facilitador, pode-se avaliar ajustes no discurso a partir do nível de entendimento da plateia. Perguntas simples e diretas como: “você conhece tal fato?” ou “você se lembra de ter visto ...?” podem fazer parte deste momento. Especialistas sugerem gastar de 5 a 10% do tempo de instrução neste tópico.


Visão Geral (Overview)

É hora de organizar as expectativas do aprendiz e identificar o objetivo da comunicação a ser feita. Pode-se usar de afirmações como: “o objetivo desta seção é” e “tais conteúdos serão discutidos”, para transmitir esta mensagem. Orienta-se gastar pouco tempo neste momento, mas ele é fundamental. 


Apresentação (Presentation)

Parte do coração da aprendizagem, a apresentação pode ter mais resultados sendo reorientada para incluir, além da parte conceitual, exemplos e aplicações práticas. Deve-se ter uma atenção especial para não ultrapassar 35% do tempo total, já que especialistas orientam objetividade na explanação.


Prática (Exercise)

Neste momento, deve-se tirar o aprendiz de uma situação passiva e trazê-lo para uma posição de protagonista do processo de aprendizado. É muito mais eficaz quando o aprendiz constrói, ele mesmo, o ensinamento. Especialistas orientam que 50% do tempo total seja gasto com atividades que levem ao exercício prático do que está sendo comunicado. O uso de dinâmicas e estudos de casos deve ser amplamente explorado, e é papel do facilitador garantir o engajamento do aprendiz e dar feedbacks.


Síntese (Summarize)

Por fim, o facilitador deve sintetizar todo o conteúdo passado na sessão, ajudando o aprendiz a construir e absorver o significado da experiência. Não é simplesmente encerrar a comunicação, e sim conectar os diferentes momentos do aprendizado num todo coerente e coeso. A mensagem final deve induzir o aprendiz a colocar em prática o que foi aprendido. A orientação é ser breve e usar até 5% do tempo total em questão.



Comunicar em tempos de crise ganha importância ao mesmo tempo que impõe um desafio. A técnica ROPES traz orientações simples e factíveis para tornar o processo eficaz e garantir o aprendizado. Criada tendo como foco a sala de aula, pode ser usada para orientar qualquer comunicação. Não basta ter um bom conteúdo, é fundamental uma estratégia para que ele seja absorvido, tornando o processo de aprendizagem efetivo.

Quer falar mais sobre aprendizado e gestão em tempos de crise? Entre em contato conosco.

No items found.

Um Time multidisciplinar preparado para pesquisar, conceber soluções e agir de forma inovadora.

Assine nossa Newsletter!

This section uses a container element to ensure the content looks right on every device. It’s centered with the class “Centered Container.”

Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso.
Oops! Algo deu errado, por favor tente novamente.

Conheça os estágios de uma Startup e qual o seu papel na inovação

Superando os bloqueios da criatividade

Conheça os 4 perfis dos inovadores: Experimentador, Explorador, Visionário e Modificador

Inovação feminina: Conheça algumas mulheres que inspiraram nossa história

Vídeos

voltar ao blog

Conheça nossos livros

Veja Todos os Nossos Livros