Lei de Informática: Conheça os incentivos fiscais para empresas do setor da tecnologia da informação e comunicação

O instrumento é fornecido pelo Governo Federal com o intuito de conceder incentivos fiscais para alguns setores

Por
Pieracciani
Por
Pieracciani
e
No items found.
Publicado em

A Lei de Informática (Lei Nº 8.248/1991) é um instrumento fornecido pelo Governo Federal do Brasil com o intuito de conceder incentivos fiscais para empresas do setor da tecnologia da informação e comunicação.

A finalidade principal é estimular a competitividade e a capacitação técnica das empresas brasileiras que desenvolvam ou produzam bens de tecnologia da informação.

Para entender como obter o benefício, apresentaremos a seguir algumas informações relevantes para cumprimento dos requisitos e procedimentos necessários exigidos na lei.

Lei de Informática: A quem se destina?

São necessários alguns requisitos para que a empresa possa se enquadrar como possível beneficiária. Por isso, antes de pleitear o recurso, verifique se sua empresa cumpre com todas as exigências.

Os requisitos são:

  • Investimento em atividades de PD&I;
  • Deve possuir regularidade fiscal;
  • Ser fabricante de algum item que esteja na lista de produtos incentivados na lei;
  • Cumprimento do processo produtivo básico;
  • Pessoas jurídicas sob regime de apuração de lucro real e lucro presumido (desde que apresentem escrituração contábil, nos termos da legislação comercial).

Lei de informática: Quais as responsabilidades das empresas beneficiárias?

Todas as empresas beneficiadas pelos incentivos fiscais da Lei de Informática, deverão encaminhar ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC):

  • Os relatórios descritivos de cumprimento do ano anterior das atividades de PD&I, cumprimento dos processos produtivos básicos e dos resultados alcançados;
  • O relatório e parecer conclusivo acerca dos demonstrativos, emitido por entidade de auditoria credenciada na CVM e cadastrada junto ao Ministério;
  • Declaração de Investimento em PD&I para MCTIC;
  • Apresentar, iniciar e manter atualizado o Plano de P&D na empresa;
  • Implantar e manter o Sistema de Qualidade com prazo de 24 meses;
  • Fabricação dos produtos habilitados no prazo de 6 meses;
  • Implantar e manter o Programa de Participação dos Trabalhadores nos Lucros e Resultados da empresa no prazo de 24 meses;
  • Manter a regularidade fiscal e tributária.

Como são concedidos os incentivos fiscais?

Os incentivos fiscais concedidos pela Lei de informática são:

Crédito fiscal baseado no investimento da empresa em PD&I, podendo ser compensados de débitos próprios associados a tributos e contribuições da Receita Federal;

Redução do ICMS na saída do produto incentivado em alguns estados;

Ser colocado como preferência na aquisição de produtos de informática, automação e telecomunicações e com PPB, pelos órgãos e entidades da administração pública direta ou indireta;

Linhas de financiamentos por meio do BNDES e da FINEP para compra de produtos que estão habilitados na referida lei.

Como obter o crédito fiscal?

Agora que conhecemos um pouco sobre a Lei da Informática, você deve estar se perguntando como pode obter o benefício fiscal por meio dela, esta talvez tenha sido a parte mais importante deste artigo.

Para a empresa se candidatar, além de estar dentro dos requisitos exigidos, é necessário apresentar um plano de P&D e ter um pleito submetido junto ao SEMPI/MCTIC.

Neste pleito deverá constar as informações dos produtos incentivados, dados gerais da empresa e seu processo de fabricação. Após conseguir usufruir dos benefícios, é necessário que se faça uma prestação de contas anualmente.

Conclusão

A Lei de Informática é de grande importância para todas as empresas do setor, não só pela obtenção de incentivos fiscais, mas, principalmente, por promover a competitividade da indústria dentro do país.

A Pieracciani está à disposição para tirar dúvidas sobre a Lei de Informática, além de auxiliar a sua empresa na análise dos requisitos exigidos, elaboração do plano de P&D e na consultoria necessária para o cumprimento de todo o processo.

Fale conosco!

No items found.

Um Time multidisciplinar preparado para pesquisar, conceber soluções e agir de forma inovadora.

Assine nossa Newsletter!

This section uses a container element to ensure the content looks right on every device. It’s centered with the class “Centered Container.”

Obrigado! Sua inscrição foi feita com sucesso.
Oops! Algo deu errado, por favor tente novamente.

O momento pede agilidade na vida e nos negócios

Programas Internos de Geração de Ideias

Design Thinking não é um workshop!

Características da Inovação Fechada e da Inovação Aberta

Vídeos

voltar ao blog

Conheça nossos livros

Veja Todos os Nossos Livros